Moçambique regista estagnação na transparência dos contratos extractivos

Depois de uma intensa campanha encabeçada pela sociedade civil visando a transparência dos contratos assinados com as multinacionais do sector extractivo, para exploração dos recursos minerais em Moçambique, o Governo moçambicano começou a publicar os contratos a 3 de Dezembro de 2013. Nesse âmbito, todos os contratos do sector de hidro- carbonetos existentes foram publicados, assim como alguns do sector mineiro.

O início da publicação dos contratos foi anunciado no parlamento pela antiga ministra dos Recursos Minerais, Esperança Bias, que na altura era a presidente do Comité de Coordenação da Iniciativa de Transparência da Indústria Extractiva em Moçambique (ITIEM). A notícia surpreendeu, agradavelmente, os membros da sociedade civil que integram o comité de coordenação da iniciativa.

Leia o texto na íntegra