Uma oportunidade para reformar profundamente o procurement público

76

Em face das recentes notícias que dão conta da suspensão do apoio directo ao Orçamento do Estado (OE) por parte do G-141, devido a contornos pouco claros relacionados com o endividamento de Moçambique, o Ministro da Economia e Finanças, Adriano Maleiane, anunciou, no dia 4 de Maio de 2016, cortes na despesa pública com destaque para a suspensão da contratação de funcionários públicos, redução nos gastos com combustíveis, viagens das delegações governamentais e em outras áreas que o Governo julga não terem impacto relevante no funcionamento do país.

Veja o artigo na íntegra