Mais um negócio duvidoso do INATTER: Ajuste directo e sobrefacturação na aquisição de equipamento

O Instituto Nacional de Transportes Terrestres (INATTER) adquiriu por via de ajuste directo três computadores portáteis de marca Lenovo, modelo I5, com custo unitário de 1.159.282,08 Meticais, totalizando 3.477.848,40 Meticais, pagos à Brithol Michcoma1 , a empresa fornecedora do equipamento. Os computadores destinam-se à captação de dados biométricos para a produção de cartas de condução. Apesar do valor da aquisição exigir a realização de concurso, nos termos do Decreto no 5/2016 de 8 Março, que regula o Procurement Público, o INATTER optou pela modalidade de ajuste directo, justificando pela “urgência” que havia, dado que o “equipamento existente estava avariado”.

Leia o texto na íntegra