PORQUÊ A POLÍTICA FISCAL DO GOVERNO ESTÁ A DEFRAUDAR O POVO MOÇAMBICANO

As políticas fiscais continuam a expandir-se em Moçambique, não obstante o facto de o Governo ter perdido o acesso a importantes fundos de financiamento externo desde 2016. Devido à aplicação de políticas fiscais irresponsáveis que, consequentemente, mantém as taxas de juros muito altas, as medidas aplicadas no âmbito da política fiscal seguida pelo Governo só beneficiam os grupos mais próximos à governação, defraudando as expectativas do povo.

A economia (o produto interno bruto, PIB) está a crescer desde 2016 à taxa média anual de cerca de 3,8%, cerca de 50% abaixo das taxas históricas de 7% registadas na década anterior. A médio prazo (até 2020), os economistas1 não perspectivam uma melhoria no crescimento. Um importante evento – evento primordial (“watershed event”)2 – que esteve na origem desta queda no crescimento foi a descoberta pública, em Abril de 2016, das famosas dívidas ocultas de US$ 2 bilhões.

Leia o texto na íntegra