Projecto Accountability Seminário de Jornalistas (Maputo)

87

As descobertas significativas de recursos minerais com especial destaque para as reservas de gás natural na bacia do Rovuma em Cabo Delgado são acompanhadas de enormes expectativas de transformação estrutural da economia e melhoria de bem-estar da população.

Projecta-se que com a produção do gás natural liquefeito (LNG) a actividade económica cresça a taxa média de mais de 8% e contribua para os cofres do estado com mais de um milhão de dólares anuais.

Porém, as efectividade do exposto acima dependem em larga escala da adopção de boas práticas e estratégias concretas de maximização de ganhos neste sector.

Dentre as principais estratégias na adopção de boas práticas, a transparência e prestação de contas são tidos como os instrumentos cruciais, para evitar uma possível maldição dos recursos. A informação é tida como o factor crucial na promoção da transparência e prestação de contas.

É também consensual, que os orgãos de comunicação social são uma plataforma eficaz através da qual a informação é difundida. Torna-se assim imperioso que os orgãos de comunicação sejam dotados de informação correcta e de forma atempada para garantir que o seu papel de transmissão da mesma seja efectiva.

Neste contexto, o Centro de Integridade Pública (CIP), em parceria com o Instituto para Comunicação Social na Africa Austral (MISA), está a promover sessões de capacitação e debate a classe jornalística em matéria de indústria extractiva em Maputo.