Rogério Nkomo, Director no MEF e Antigo Administrador nos CFM, EP: Mais um Caso de Conflito de Interesses

O director da Coordenação Institucional e Imagem do Ministério da Economia e Finanças (MEF), Rogério Nkomo, exerceu funções públicas numa situação flagrante de conflito de interesses. Conforme atesta o jornal “Notícias” na sua edição n.° 30. 537, de 7 de Dezembro de 2018 a páginas 19 e seguintes, onde é apresentado o Relatório e Contas dos CFM, EP atinente ao exercício findo em 31 de Dezembro de 2017, Rogério Nkomo exercia, concomitantemente, as funções de administrador na empresa pública em referência, o que já era proibido por Lei, concretamente, a Lei de Probidade Pública (LPP), se atendermos que esta está em vigor desde 2012.

Leia o texto na íntegra