Revelações do Julgamento de Jean Boustani: Partido FRELIMO Deve Ser Investigado pelo Ministério Público

O Ministério Público (MP), a partir das revelações que estão a surgir do julgamento de Jean Boustani nos Estados Unidos da América (EUA), está defronte de matéria para dar início a um novo processo criminal relacionado com a contratação das dívidas ilegais. O julgamento de Boustani está a revelar mais envolvidos, incluindo pessoas colectivas. No que diz respeito às pessoas colectivas, destaca-se o envolvimento do partido Frelimo. O Centro de Integridade Pública (CIP), que está a acompanhar o julgamento de Boustani, trouxe evidências que mostram que o partido Frelimo recebeu parte dos subornos, o que está referido em artigo publicado por esta organização . No entanto, pessoas físicas, como a actual administradora do Banco de Moçambique, Silvina Abreu e membros da família Sidat, dentre outros que estão a ser implicados, também vêm sendo citadas em sede de julgamento nos EUA, como tendo desempenhado actos relevantes na contratação das dívidas ocultas.