Governo deve ser diligente e responsável na reorganização das condições das escolas para garantir um retorno seguro às aulas

Volvidos aproximadamente quatro meses de paragem das aulas por causa do novo corona vírus, o Governo moçambicano indicou que as aulas no país irão retomar no dia 27 de Julho e que serão abrangidos por essa decisão, apenas os alunos que frequentam a 12ª classe e o curso de formação de professores. Com um total de 667 escolas que lecionam o nível secundário do primeiro e segundo ciclos e 27 de formação de professores existentes no país, apenas 170 e 19 que correspondem a 25% e 70%, respectivamente, reúnem condições para garantir o mínimo de medidas de higiene para a prevenção da covid-19. Considerando esse cenário, que destino se reserva aos estudantes das restantes escolas?

Leia o texto na íntegra