Anticorrupção - Transparência - Integridade

O procurement público para a aquisição de medicamentos, material médico-cirúrgico e  empreitada de obras públicas tem sido uma das áreas mais problemáticas no sector de saúde. O Ministério da Saúde (MISAU) recorre sistematicamente à modalidade de contratação de ajuste directo para a adjudicação, sem que haja razões palpáveis que sustentem a escolha contínua desta opção. Nos primeiros oito meses de 2017, o MISAU celebrou contratos de adjudicações na modalidade de contratação por ajuste directo, totalizando mais de 170 milhões de meticais e 800 mil dólares americanos.  

 Leia o texto na íntegra

Procurar

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e esteja a par do nosso trabalho.

* indicates required

Quem esta online

Temos 12 visitantes e Nenhum membro online

Intranet CIP

agir logo  danida logo  ibp logo  nlands logo  norway logo  sdc logo  swe logo  ukaid logo