Anticorrupção - Transparência - Integridade

No dia 20 de Março de 2018 o Governo de Moçambique mandou uma missão a Londres, Reino Unido, para discutir com credores um possível perdão de 50% dos juros em atraso (e possíveis penalizações) e do capital (até ao momento acumulando US$ 636 milhões em atraso), redução dos juros e alargamento do tempo de maturidade de reembolso das dívidas ocultas.

Da análise feita a proposta, o CIP observa que persistem graves falhas de comunicação com o agravante de hipotecar o presente e futuro dos moçambicanos.

Vide a análise em anexo

Procurar

Newsletter

Subscreva a nossa newsletter e esteja a par do nosso trabalho.

* indicates required

Quem esta online

Temos 50 visitantes e Nenhum membro online

Intranet CIP

agir logo  danida logo  ibp logo  nlands logo  norway logo  sdc logo  swe logo  ukaid logo ukaid logo