1
×
Cadastre-se!
Quarta-feira, Agosto 15, 2018

O Centro de Integridade Pública (CIP) foi criado em 2005 com o objectivo de contribuir para a promoção da Transparência, Anti-corrupção e Integridade em Moçambique. O CIP tem o estatuto de associação e é governado pelos seus estatutos e outra legislação aplicável. O CIP é uma entidade não lucrativa, apartidária, independente, com autonomia administrativa, financeira e patrimonial. A organização foi criada por um grupo heterogéneo de Moçambicanos interessados em contribuir para o aprofundamento da governação democrática no país. O grupo é constituído por jornalistas investigativos, académicos, juristas e cientistas sociais. Em 2011, o CIP foi acreditado ou reconhecido como o Capítulo da Transparência Internacional em Moçambique.

A visão do CIP é a dum país onde os agentes públicos e privados agem com integridade e probidade na esfera pública, contribuindo para uma gestão pública democrática, transparente e em conformidade com a lei.

A missão do CIP é a de promover a integridade na esfera pública em Moçambique, através da denúncia da corrupção e de irregularidades, em geral, e da advocacia da consciencialização pública e a favor das boas práticas na gestão do bem comum.

Constituem princípios fundamentais orientadores das acções do CIP: a integridade, a transparência, a prevenção da corrupção e a boa governação. Agindo desta maneira, o CIP tem como objectivo geral a promoção e defesa da integridade, da transparência, da ética, da não corrupção e da boa governação na esfera pública em Moçambique.

Constituem órgãos do CIP a Assembleia Geral, a Direcção Executiva, o Conselho Fiscal e o Núcleo de Conselheiro.

EN PT