Impacto dos ataques armados nas receitas fiscais: Cabo Delgado perdeu cerca de 2 biliões de meticais entre 2018 e 2019

A província de Cabo Delgado, que alberga uma das maiores reservas de gás natural do mundo, é, desde Outubro de 2017, palco de ataques armados por insurgentes, situação recentemente classificada pelo Conselho Nacional de Defesa e Segurança (CNDS) como “agressão externa perpetrada por terroristas do Estado Islâmico”.

Situação que contribuiu para que a província perdesse de 2018 a 2019, cerca de 2 biliões de meticais em receitas fiscais (aproximadamente 27.6% da receita total da província neste período). Neste período, viram-se os recursos destinados aos sectores sociais a diminuir mais de 50%, enquanto os recursos para as áreas de Defesa Militar aumentaram em cerca de 451%.

Assim, nota-se que Cabo Delgado pode estar sob risco de “armadilha do conflito”, situação que refere-se ao círculo vicioso entre conflitos e desempenho económico, em que os conflitos atrasam o crescimento económico e o desenvolvimento, aumentando, por sua vez, a probabilidade da ocorrência de mais conflitos.

Leia o texto na íntegra

Read the full text