Doenças ocupacionais ligadas ao sector mineiro colocam as comunidades mais vulneráveis a COVID-19

O sector extractivo tem sido visto como um factor importante na dinamização da economia de Moçambique. Apesar do grande potencial e crescimento considerável, o sector mineiro é tido como um sector no qual as doenças ocupacionais ocorrem com frequência, principalmente doenças relacionadas com o quadro respiratório, o que coloca os seus trabalhadores no grupo de maior risco de contaminação pela COVID-19.

Mais de 70% dos trabalhadores residentes nas comunidades sofrem de alguma doença respiratória e 68% contraíram a doença no âmbito do trabalho na mineração.

Ao nível das comunidades que vivem à volta dos projectos, cerca de 30% tem alguém na família que sofre de doenças respiratórias associadas à exploração mineira.

Este facto coloca estes dois grupos mais vulneráveis à contracção da Covid-19.

Leia o texto na íntegra

Read the full text